Post sobre figurinos do Oscar ganha “homenagens” na rede!

Fiz uma pesquisa exaustiva sobre os concorrentes ao Oscar de Melhor Figurino. Pesquisa é a minha cara, não é mesmo? Post que foi elogiado pela expert Ale Farah, que já adiantou que quem ganha é Jacqueline Durran.

atonment3008_468x703.jpg

Não foi minha surpresa, esta semana li duas matérias com citações diretas ao post:

Veja se eu estou louco?

No Fora de Moda: Por falar em segunda vez, Jacqueline Durran recebe sua segunda indicação de figurino. A primeira foi com Orgulho e Preconceito, em 2006 e agora com Atonement, ambos do mesmo diretor, Joe Wright. A seu favor está o deslumbrante vestido verde que Keira Knightley usa no filme e se tornou um objeto de desejo na Inglaterra e nos Estados Unidos.

No site dos meus amigos: Jacqueline Durran, responsável pelo figurino de “Desejo e Reparação”, de Joe Wright, tem a seu favor o deslumbrante vestido verde que a atriz Keira Knightley usa no filme e se tornou um objeto de desejo na Inglaterra e nos Estados Unidos.

Em outro site, com as mesmas imagens do Fora de Moda: Forte concorrente ao Oscar, o filme tem belíssimo figurino assinado por Alexandra Byrne, que, pela segunda vez, veste Cate Blanchett de rainha da Inglaterra. A história dá seqüência ao filme Elizabeth, do mesmo diretor indiano Shekkar Kapur, de 1998, que retratava os primeiros anos do reinado de Elizabeth I. A era do Ouro pula uma década e enfoca os anos de 1585 a 1588. Esta é a quarta indicação de Alexandra ao Oscar. Além de ter perdido a estatueta de Elizabeth para Shakespeare Apaixonado, em 1999, a figurinista já tinha concorrido por Hamlet, em 1997, e mais tarde, em 2005, pelo filme Em Busca da Terra do Nunca. Será que agora vai?

No Fora de Moda: Concebido como uma continuação de Elizabeth, com a mesma rainha Cate Blanchet, Elizabeth: The Golden Age tem os figurinos deslumbrantes assinados novamente por Alexandra Byrne. Esta é a sua quarta indicação ao Oscar. Concorreu em 1997 por Hamlet, 1999 por Elizabeth, 2005 por Em Busca da Terra do Nunca. Quem sabe não chega sua hora?

Bom, adoro homenagens, mas citar a fonte é bom, não é?

Qual o seu figurino preferido do OSCAR 2008?

Olá turma da pipoca-fashion!

A gente sabe que moda mesmo no Oscar acontece no red carpet. Ficar lá vendo quem acertou, quem errou, é o maior divertimento dos fashionistas. Afinal, é momento couture fora das passarelas. Dia 24 de fevereiro é dia de juntar os amigos para acompanhar tudo, não é mesmo?

E tem o momento Oscar de Melhor Figurino, que se não é moda, revela muito dos costumes da época que os filmes retratam. Ou conseguem transformar em realidade mundos reais inexistentes.

Este ano, temos 2 bi-campeões: Albert Wolsky e Collen Altwood. O primeiro concorre com Across The Universe e Altwood com meu preferido, Sweeney Todd: O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet.

Wolsky já ganhou a estatueta dourada com 2 filmes: em 1979, com o incrível musical All That Jazz e em 1991, Bugsy, vestindo de mafioso, Warren Beatty. Agora, ele recria a Inglaterra e os Estados Unidos dos anos 60. Muita paz & amor, Beatles, Vietnã.

across2.jpg
Flower Power reconstruído por Albert Wolsky em Across The Universe

Collen Altwood já venceu o Oscar em 2002 com o musical Chicago e em 2005 com os maravilhosos quimonos de Memórias de uma Gueixa. Em Sweeney Todd, ela tem a difícil missão de vestir mais uma fantasia de Tim Burton. Mais ou menos difícil, já que ela já havia se saído muito bem em Edward Mãos de Tesoura. Depois virou colaboradora assídua do diretor: Ed Wood (1994), Marte Ataca! (1996), A Lenda do Cavaleiro Sem Cabeça (1999), Planeta dos Macacos (2001) e Peixe Grande e Suas Histórias Maravilhosas (2003), além de Cabin Boy, de 1994, produzido por Burton.

barbeiro.jpg
Só a experiência de quem já trabalhou muito com Tim Burton para conseguir este toque atemporal e decadente ao mesmo tempo encantador que os filmes do cineasta tem

Concebido como uma continuação de Elizabeth, com a mesma rainha Cate Blanchet, Elizabeth: The Golden Age tem os figurinos deslumbrantes assinados novamente por Alexandra Byrne. Esta é a sua quarta indicação ao Oscar. Concorreu em 1997 por Hamlet, 1999 por Elizabeth, 2005 por Em Busca da Terra do Nunca. Quem sabe não chega sua hora?

elizabeth1.jpg
É a segunda vez que Alexandra Byrne veste a rainha Cate Blanchet

Por falar em segunda vez, Jacqueline Durran recebe sua segunda indicação de figurino. A primeira foi com Orgulho e Preconceito, em 2006 e agora com Atonement, ambos do mesmo diretor, Joe Wright. A seu favor está o deslumbrante vestido verde que Keira Knightley usa no filme e se tornou um objeto de desejo na Inglaterra e nos Estados Unidos. Traz de forma atualizada o glamour hollywoodiano que todo mundo ama.

atornement2.jpg
Mesmo sendo um vestido de época, poderia fazer bonito no red carpet do Oscar, não concordam?

Por último, vem a inglesa Marit Allen, que incendiou os gays do mundo todo com seu figurino cowboy de Brokeback Mountain. Ela concorre com Piaf. Dizem que Marion Cotillard é a própria encarnação da cantora francesa. E convenhamos que não era glamour exatamente que ela exalava. Ficou eternamente conhecida com seus vestidinhos pretos, bem franceses. Muito difícil de bater os outros concorrentes, não acham?

piaf.jpg
Então, o figurino é uma perfeição. Mas dá para concorrer com os outros??? 

No mais, antes que me chochem, eu mesmo já digo: Não faz a Rubens Ewald Filho da moda, hein!  Ou seria Alexandra Farah???

De qualquer forma, qual é o seu figurino preferido???

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 43 outros seguidores