PISTA CHIC: PISTA

Agora que você já sabe entrar no clube e que não deve fazer a íntima de quem não conhece, e já tem modelon, vamos ao que interessa: a PISTA.

Desde que o mundo é mundo, que a cena é cena, a dancinha existe. Em 1977, Saturday Night Fever, trouxe a dancinha de John Travolta um hit das matinês&mingaus.


John Travolta: ícone do dancefloor 4ever

Em 1991, “Vogue” de Madonna trouxe a dancinha das bees novaiorquinas para o mundo, Strike a Pose!


Will Ninja considerado o pai do Vogue, que pertencia ao clã “The House of Grace”

No começo da década de 90, Que Fim Levou Robin? da Bebete Indarte e Mauro Borges, gritava: Aqui Não tem Chanel! e o DJ se consagrou com sua mistura de pick up&dancinha na Nation.

Hoje em dia, as coisas mudaram e não sei se a nova geração, que chamo Youngsters, tem algum ícone das pistas.

Eu conheço os véio de guerra e que são ótemas de se encontrar nas pistas e merecem espaço: Luiz Fernando (Superbacanas DJs ), que faz uma mistura de Baiane de Santos e Chacrete como ninguém; a Claudia Lima e a Didi Couto, entidades nagôs, a toda prova; Adriano Costa e sua dancinha nonsense; Claudia Assef e o seu all that jazz, Gláucia ++ com xícara, bule, açucareiro e garrafa, já um clássico…

Tem alguma coisa de globalizante nesta história de coreôs clubbers. Não sei se tem alguém que viaja e atualiza o modo de dançar de todo mundo, ou se faz parte do inconsciente coletivo, mas uma coisa é certa, como se dança aqui, se dança em Londres, NY, Tokio, Paris…

Eu amo uma pista, e digo: Pista é pra dançar. Quer paquerar? Tudo bem, comece lá e depois continue em outro lugar. Quer conversar? Fale pouco e rápido e siga para outro lugar. Ficar gritando na pista é um pavor.

Agora não confunda dancinha com passinho!!! Sorry, mas aquele passinho dos malabares dá meda, dá pavor! Mas se sua praia (ou rave?) é essa…


Aprenda a dançar PSY…afe!

2 Comentários

  1. a sua dança byane e suarenta vc não coloca? é um clássico

  2. Noossa, assistir Will Ninja dançando me fez lembrar das fotos em pose de yoga que fizeram a fama da Fernandinha Torres e a levaram para os anúncios da Saks Fifth Avenue. E por falar nisso, só li no Chic, no editorial da Glória, sobre o vexame que foram estas fotos. (http://chic.ig.com.br/materias/450001-450500/450268/450268_1.html) Saiu em mais algum lugar? Descupe a transgressão: adorei o post com os vídeos de dança


Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s