“Nome Próprio” de Murilo Salles tem blog como estrela

nome.jpg

Estava em dúvida se ia ou não ia no lançamento dos livros de moda da Cosac&Naify, mas como era longe (Shopping Morumbi) e eu não tinha grana para comprar a caixa (R$ 189), resolvi mudar o rumo e ir na estréia de Nome Próprio do Murilo Salles, na Mostra Internacional de Cinema.

Amigos e conhecidos envolvidos no projeto: Pedro Paulo (diretor de arte), Silvia Hayashi (montagem), Clara Averbuck (textos), ou seja, bons motivos para ir.

O filme é uma adaptação dos livros “Máquina de Pinball” e “Vida de Gato”, da Averbuck, além de textos de sua autoria publicados na internet e em seu blog.

Vitor Angelo que estudou cinema e tal, sabe que quando eu saio de um filme, quase sempre repito: Não poderia ter menos 30 minutos??? Pois é…

nomeproprio.jpg

Tudo começa bem, com a ótima Leandra Leal. Gosto dela. Ela é Camila, uma escritora que expõe sua vida num blog literário. É interessante como visualmente o texto aparece no filme, que invade a tela na medida que Camila escreve sobre os infortúnios de sua vida amorosa.

Tudo é muito intenso. Intenso até demais. O filme ganharia alguns pontos com um pouco mais de humor, como na cena que ela dopada de anfetaminas começa uma faxina que inicia na cozinha e acaba nas escadarias do prédio.

Para quem escreve blog, muitas cenas fazem sentido. Pensei a certa altura que deveria mudar os rumos do meu: ela consegue até um fã que paga o aluguel para ela, presentes de um chá de panela virtual. Hummmmm… Porém, lá pelas tantas, o filme degringola. Ela conhece ao vivo o homem com quem ela troca emails, ele comenta cada um dos posts do blog dela, enfim, seu homem perfeito.

A partir desta experiência, ela finalmente consegue escrever seu tão sonhado livro. Aí uma duplicidade entre Camila “real” e Camila “personagem” se cruzam até o desfecho constrangedor. Se a Camila “real” tivesse seguido o que disse quando cruzou com seu homem perfeito, o filme poderia ter tomado um rumo melhor: “Não quero te conhecer, quero continuar com meu Daniel. Daniel que eu construi”. Mas não…

De qualquer forma, o blog tem seu primeiro retrato no cinema brasileiro, confirmando sua importância no cenário urbano. Ah! Não é pouco, é?

P.S. Blog tem disso, gente que não entende de cinema e escreve sobre…

Começa hoje (30) a IV Semana de Moda e Cultura

livcultura.jpg

Não pára, não pára, não!!! + um evento de moda. Haja agenda livre. A Livraria Cultura do Conjunto Nacional — aquele playground literário, projeto do Fernando Brandão — faz a quarta edição da Semana de Moda e Cultura. Com aqueles horários de arrepiar qualquer um. Hoje tem palestra e noite de autógrafos do livro Alô Chics da Glória Kalil. 18h30!!!

Dia 31, é a vez do estilista Walter Rodrigues falar sobre indentidade na moda brasileira. Um pouco mais tarde…19h. Às 20h30 um tema que me interessa: “Moda e arquitetura – Possibilidades de relações” com o historiador de moda João Braga. No dia 01/11, às 19h Lino Villavetura conta sobre sua especialidade, a criação artesanal, seguido pela estilista Giselle Nasser que discorrerá sobre jovens criadores.

Tudo é grátis, porém o anfiteatro da Livraria tem 166 lugares.

Confira novos lançamentos de livros sobre moda e comportamento

Com o Natal quase batendo a porta, os fashionistas podem pedir para seu Papai Noel os novos lançamentos de livros na área de moda e comportamento.

Tipo cesta de luxo, você pode optar pela coleção completa da série Coleção Moda Brasileira – Alexandre Herchcovitch, Gloria Coelho, Lino Villaventura, Ronaldo Fraga e Walter Rodrigues, lançamento da Cosac&Naify, com textos de Charles Cosac, Carlos Mauro Fonseca, Jackson Araújo, Carol Garcia e Eva Joory. Os prefácios foram escritos pelos bã-bã-bãs da moda como a Legendária Regina Guerreiro, Glória Kalil, Alvaro Machado, João Braga e Mário Mendes.

moda.jpg

Os livros vêm acondicionados numa caixa e contam com sobrecapas especialmente desenhadas, além de outros detalhes exclusivos, a primeira edição tem tiragem limitada. A caixa especial vai ser lançada segunda-feira (29.10), às 20h, no Espaçoarte do shopping Morumbi, em São Paulo. A coleção começa a ser vendida no dia 05/11. Preço: R$ 189,00.

Se você é do tipo intelectual, o novo lançamento da editora Estação das Letras pode te interessar mais: O corpo como capital: estudos sobre gênero, sexualidade e moda na cultura brasileira, organizado pela antropóloga Mirian Goldenberg. Neste livro, ela reúne uma série de pesquisas feitas no Rio de Janeiro por orientandos seus, focadas na questão do corpo na cultura brasileira.

corpo.jpg

A pesquisa de Mirian Goldenberg abre o livro, onde ela analisa a construção do corpo feminino e masculino numa cultura que transforma corpos “naturais” em corpos cultivados, moldados e esculpidos. Marisol Goia mostra como e porque o bairro de Ipanema é considerado um emblema da cidade do Rio de Janeiro. Cláudia da Silva Pereira analisa adolescentes femininas de camadas médias e como elas utilizam o termo “patricinha” como forma de classificar e hierarquizar a si mesmas. Olivia von der Weid descreve a experiência de casais adeptos da troca de parceiros.

Andréa Osório analisa a tatuagem de amor: o registro na pele do nome, das iniciais ou do rosto da pessoa amada. Cesar Sabino discute os sentidos dados por homens e mulheres à cor do cabelo. Mariana Massena fala sobre a estética da sedução na dança de salão. Finalmente, Rodrigo Rosistolato toma por objeto o desenvolvimento de um projeto de orientação sexual numa escola do Rio de Janeiro.

O livro vai ser lançado no Armazén Digital do Leblon, Rio de Janeiro, no dia 05/11. Preço: R$ 32

Se a vida urbana te traz uma série de dúvidas sobre comportamento, o livro Alô Chics de Gloria Kalil, sai pela Ediouro e responde suas dúvidas sobre a etiqueta contemporânea. O novo livro da Gloria tem como ponto de partida as dúvidas enviadas à autora por internautas do site Chic, ouvintes da Rádio Eldorado de São Paulo e telespectadores do programa Fantástico, da Rede Globo.

alo.jpg

O primeiro lançamento acontece 30/10 na Livraria Cultura, em São Paulo e depois no dia 5/11, às 19:00h, na Livraria da Travessa, no Shopping Leblon. O evento começa com bate-papo com Gloria Kalil, seguido de autógrafos. Preço: R$ 39,90

Se seu universo for joalheria, o artista gráfico Marcelo Lopes lança o livro Krystallos no Brasil, que lhe rendeu o prêmio de projeto gráfico e direção de arte no 18 no London Internacional Advertising Awards. Com a curadoria de Francine Adida, textos de Norman Jodi, fotos de Almir Pastore, o livro mostra 83 jóias feitas com pedras preciosas brasileiras, criadas por 16 designers como Patrícia Centurion, Yael Sonia e Miriam Mamber, a saudosa Orietta Del Sole, entre outros.

joia.jpg

O lançamento será 30/10 na Livraria da Villa, a partir das 19 horas, na Alameda Lorena, 1731. Preço: R$399,90