FASHION RIO :: FRASE DO EVENTO

“A Farm pode até influir no comportamento, mas é uma marca comercial, e as semanas de moda são para quem cria conceitos e lança tendências”. Marcelo Bastos em entrevista para Alcino Leite e Vivian Whiteman.

Poderia repetir isto em alto e bom som, Marcelo???

7 Comentários

  1. E o mais louco é que todo mundo AMA a Farm, ela é uma das lojas mais diferentes (dentro da faixa de preço) e a salva-vida da mesmice.

    Meus pais queriam me dar um vestido de aniversário e saí em busca do escolhido. Levei TRÊS dias olhando todas as lojas de 3 grandes shoppings do Rio e estava quase desistindo quando fui na Farm e achei um. Todas as outras estavam com essa moda horrível dos tons cítricos que te deixam com a pele amarelo ovo, vestidos curtos e rodados demais que te deixam = butijão…

    prontofalei! hehhehe

  2. Esse pelo menos assume sua vocação e tem simancol. O problema é que tem um monte de gente que não se enxerga e nos obriga a ver as atrocidades a que estamos acostumados.

  3. já tens uma peça farm?

  4. *aplaude*

    Vc viu que a Farm já é a quinta marca que mais vende por m2 no Iguatemi, isso porque não faz nem três meses que abriu no ponto que era da Zoomp?? Informação do Estadão de hoje, no meio do perfil do Vicente Mello.

    bjo

  5. Publicar o comentário antes de ler o link da notícia dá nisso, informação repetida, rsrsrsrsrsrs

  6. Querido…
    Vc vai enlouquecer com o masculino da Prada.
    Vai compensar todo os seu drama no Rio.

    Beijo
    Neon

  7. Já tive a oportunidade de conhecer o Marcelo em uma reunião de lojistas – é um profissional extremamente experiente e comercial. Sua estratégia é vender o estilo carioca a um custo interessante para patricinhas que compram com a mesada dos pais. Tanto é que ele não abre em shoppings populares para não correr o risco de desgastar a marca (não tem Farm no Rio Sul, Barrashopping, etc. – reparem!). Ele não corre o risco de vender suas peças baratas para pessoas de classe baixa pela forma que escolhe pontos selecionados. Resumindo, ele vende barato pra meninas ricas e não corre o risco de vender barato para meninas pobres e desvalorizar a marca entre as meninas ricas. Marketeiro que aprendeu na pratica sobre o que vende com a falencia de negocios anteriores. Ele sabe o que está fazendo! E é bom no que faz!
    Acho que hoje, infelizmente, quem faz moda no Brasil não ganha dinheiro no Brasil. Assisto marcas de tradição perderem mercado e terem que se enxugar cada vez mais – ou se vender para conglomerados. O que vende é preço. E quem faz moda vende lá fora. Acaba que as semanas de moda servem para falarmos de moda. Serve para as maracs se posicionarem para fora. Aqui pra dentro tb, obviamente, mas não acredito que uma marca que faz moda, hoje, se sustente sem um atacado muito bem estruturado.


Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s