São Paulo, ainda não te troco por nenhuma outra cidade!

cristiano.jpg
Muitos fotógrafos fizeram imagens belíssimas de São Paulo, mas Cristiano Mascaro para mim ainda é o melhor

A pesquisa que saiu hoje na Folha diz que 55% das pessoas que moram aqui gostariam de se mudar. Eu pertenço ao outro universo. Confesso que adoro morar aqui.

Ela é muito parecida comigo. Tem o mesmo mal humor. Posso passar o dia inteiro quase sem falar nada, mesmo saindo o dia inteiro. Se eu der o dinheiro certo, o bilheteiro do metrô sabe se eu quero um ou mais tickets. Assim, no jornaleiro, na padaria que eu frequento, no almoço por quilo aqui do lado de casa. Eu adoro esse silêncio voluntário.

Quando saio daqui, percebo que tenho que falar muito. Quase que me explicar o tempo inteiro. No Rio, sabe o que mais odeio? Você dar o endereço para um taxista e ele perguntar qual o caminho de preferência, mesmo que só exista um único.

Eu gosto da velocidade como as coisas acontecem. Já produzi exposições em muitas cidades, mas nada como produzir aqui. Parece meio barrista, coisa de paulistano e é. Esse stress todo faz com que a gente fique mais esperto, mais sem paciência, então todos ficam na mesma sintonia. Você não nasce paulistano, independente de onde você venha, você se torna um.

Claro que tudo o que a gente deseja no fim de semana é correr daqui. Às vezes fica difícil, tem aquela festa imperdível, aquela peça que você está adiando para ver… Mesmo que eu não faça nada, adoro saber que opções não faltam. Quando saio daqui, passo 3 dias eu fico reclamando disso.

Paulistano é meio ranzinza. Eu sou muito ranzinza, reclamão. Depois passa. Quando vemos aquele horizonte que não temos, aquele modo de vida na velocidade certa, aquele trânsito que não é caótico. Adoramos tudo que não temos por aqui. Mas aí dá aquela saudade insana, eu sei. Dá vontade de voltar.

Cada paulistano tem lugares que fazem ele se sentir em casa. Coisas que só tem aqui. Já percebeu como fazemos extensões de nossas casas, lugares que frequentamos muito? Acabamos por tratar pelo nome o João que faz o pão na chapa exatamente do jeito que a gente gosta. Assim como o dono do restaurante e do garçom que te atende há séculos no mesmo lugar.

Por outro lado, qualquer mudança nos sentimos vulneráveis e temos que nos readaptar muito rápido. Quando um lugar só seu e de seus amigos vira hype, dá-lhe procurar outro. Paulistanos adoram exclusividade. Isso independe de posição social.

Sim, a cidade é cruel com as amizades. Nunca temos tempo. Vivemos sempre ocupados. Com o msn e celular, então, nem contato físico precisamos. Até que inventemos algo para nos rever. Às vezes, vamos adiando, mas quando nos encontramos é como se nunca tivessemos nos separado.

Amizade nesta cidade é coisa séria. Tenho amigos que são para vida toda. E não é assim em todo lugar? Talvez, mas aqui não é fácil esbarrar sem querer por aí. Temos que combinar, marcar. A cidade é grande, a cidade é cinza. É uma cidade interna. As ruas nos levam para um destino certo. É difícil nos deixar andar por andar, soltos por aí. Temos coisas para fazer, objetivos para atingir, trabalho…

Experimente perguntar para um paulistano o que ele está fazendo. ‘Ah! Estou super ocupado’ é a primeira coisa que ele vai te dizer. Quando você for apresentado a um, depois do seu nome a segunda pergunta será ‘O que você faz?’ Certo ou errado, o que você faz define um milhão de coisas para o povo daqui. Depois tudo corre normal. Ou não.

Isso tudo, está entranhado em mim até a raiz. Eu escolhi morar aqui. E São Paulo me escolheu. É um casamento que dura anos, entre idas e vindas. Mas por enquanto, nem penso em divórcio.

Parabéns, jovem senhora! Não é tão charmosa como Paris, tão única quanto Londres, tão excitante quanto NY, mas você chega lá.

1 Comentário

  1. O povo querendo sair e eu aqui longe e doida pra estar em São Paulo. Espero que um dia possa realizar o sonho de viver aí.


Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s