Papo rápido:: Vegas+Sónar

Como sabem, lembrar o que aconteceu num final de semana não é tarefa das mais fáceis, mas entre os flashes das conversas algumas valem a pena lembrar.

No Vegas Club, o Facundo Guerra estava todo feliz na sexta com a pré-inauguração do novo sistema de iluminação e som da pista de baixo. “Ainda não está 100% pronto, mas dá para ter uma idéia do que vai ser”, foi o que ele disse assim que coloquei os pés no clube.


Vídeo tosquinho feito com camera de celular

O novo sistema é composto de um cem número de pequenos leds que através de um programa de computador podem gerar imagens e sequencias pré-programadas de iluminação. O projeto foi feito pelo coletivo argentino Resource, mais a consultoria do clube Cocoliche, ( o Adolf, DJ e dono do clube de Buenos Aires estava por lá) e do Bruno Guinle, da Moo.

Como toda pré-estréia, ainda não deu para saber como vai funcionar na real. Como cheguei tarde, todo mundo já estava esgotado de tanto trabalhar na instalação de toda a traquitana. Pelo que deu para perceber tem uma mistura muito legal de Hi&Lo. Os espelhos colocados em toda a volta da pista no alto do teto prolonga a visão da iluminação.

A escolha da posição dos espelhos foi bem acertada, porque eu sou daqueles que não curte espelho na pista. Tenho comigo que pista de dança tem um Q de escapismo e ver sua imagem refletida quebra este clima. Acho que quando se dosar bem as luzes pode dar muito certo. É que em algumas horas a luz fica muito invasiva, tem que achar o equilíbrio. O som ficou muito melhor e não está mais abafado. Deu para ouvir bem o set do Luca Lauri e do Renato Lopes.

Depois, perguntei sobre o Sónar para o Daniel Cozta e ele confirmou que o festival foi adiado para maio do ano que vem. Quem ganhou foi o Vegas, porque as atrações internacionais que estavam confirmadas para o evento, acabaram migrando para a festa de aniversário de 3 anos do clube. O killer line up vai ter Glass Candy, James Murphy & Pat Mahoney, Efdemin, Ewan Pearson, Pantha Du Prince. Imperdível.

Save the date: 03 de outubro 3 anos Vegas na Flex, ali na Barra Funda.

P.S. Só não deu para perguntar sobre o novo projeto do Facundo, afinal estava lá para me divertir, não é mesmo?

Anúncios

5 dicas para aproveitar as liquidações

A mais que querida Deborah Bresser na semana passada me pediu algumas dicas para aproveitar bem a época de liquidações para um artigo. A matéria completa foi publicada no domingo passado (20/07) no JT. Engraçado, porque eu nunca tinha pensado nisso.

Não pense algo “ah-ele-é-esnobe-não-compra-em-liquidação”. Claro que compro. Aproveito para pegar uma roupa que eu gostei e estava muito cara na época, coisas assim. A questão é que descobri que sou um típico consumidor masculino, daqueles que não gostam muito de bater pernas em lojas. Geralmente, eu vou quando preciso de algo específico.

É raro eu comprar alguma coisa por impulso. Acontece, mas prefiro olhar e se o desejo persistir por algum tempo, é sinal que vale a pena mesmo. Por exemplo, agora estou querendo muito um terno azul marinho. Encanei com isso. Como já dura algumas semanas, é sinal que daqui há pouco vou comprar um.

Bom, que trabalhando na Playboy vejo penkas de roupas produzidas pela Sandra Godoy, que sempre pega muito mais opções do que peço para cada editorial. Assim vou me atualizando do que está nas lojas e quanto custa. Ótimo, não?

Aqui você pode ler quais são as minhas dicas. Aproveite e boas compras!!!

1. Não compre nada por impulso
Claro que todo mundo adora um precinho bom, mas não quer dizer que você tem que comprar tudo o que está barato. Antes de sair é bom dar uma boa olhada no seu guarda-roupa e ver o que está precisando, quais as peças que poderiam dar um bom up grade no visual. Evite comprar se estiver carente, coma uma boa barra de chocolate e espere fazer efeito.

2. Experimente antes de comprar
Muitas lojas não aceitam trocas em compras feitas neste período. É contra lei? É, mas vai dar tanta dor de cabeça que não vai valer a pena. Então, experimente tudo o que pretende levar, veja se não tem defeitos que prejudiquem o caimento da peça.

3. Prefira os clássicos que não saem de moda
É a hora certa para investir em peças mais caras que nunca saem de moda e que vão estar com um preço melhor nas liquidações. Uma blusa de cashmere, uma camisa branca impecável, um vestido preto incrível.

4. Escolha boas marcas
Tenha claro qual seu objetivo: comprar muito ou comprar bem. Se seu caso for a segunda opção, procure as marcas que você se identifica, mesmo achando que são caras demais. Quem sabe você não encontra aquele sapato ou bolsa que estava sonhando pela metade do preco?

5. Vá sozinha!
Por mais que goste de ir as compras acompanhada de sua melhor amiga, evite. Como tem poucas peças, a propabilidade de acharem algo que ambas gostem é muito grande. Então, para que comprar briga por uma blusa? Maridos e namorados, então, nem pensar. Seja independente nesta hora, por favor!