Moda e Fetiche

O Luigi Torre do About Fashion fez uma matéria invrível sobre as relações entre moda e fetiche para revista Catarina. Na época que ele estava escrevendo uma matéria fez uma entrevista comigo sobre o assunto. Aqui estão minhas respostas:

Como você enxerga hoje essa relação? As roupas e acessórios fetichisitas já foram totalmente aceitos pela sociedade ou ainda rola muito tabu e preconceito em torno disso?
Depende do fetiche que estamos falando. Alguns são superaceitos como salto alto (high heels), espartilhos. Outros ainda são tabus como crossdresses masculinos (homens heteros que gostam de vestir roupas femininas). Mas tem um lado de certos editoriais de moda que adotam uma estética soft porno ou porno que todo mundo vê, como os de Terry Richardson.

Terry Richardson grande exemplo de arte, moda e fetiche

O que você acha que mudou na sociedade para que o que era antes considerado como fetiche, erótico ascende-se para um dito mainstream da moda? Agora menos como algo provocador e questionador e mais como objeto de sensualidade.
Um bom exemplo é o corpo masculino como objeto. Antes quando era fotografado por Robert Mapplethorpe causaram escândalo, mas hoje em qualquer propaganda você tem homens nus ou seminus e não causam tanta estranheza. Vamos combinar que muito se deve as propagandas de Clavin Klein este fenêmeno feitas pelo Bruce Weber (ver mais em https://forademoda.wordpress.com/2007/11/19/ah-pa-ra-bens-calvin-klein/)

Esq. Robert Mapplethorpe na coleção do Guggenhein. Dir. Bruce Weber para Calvin Klein

Moda, apesar de um espelho da nossa realidade, também serve como ferramenta para escapismos, sonhos e fantasias. O fetiche na moda, vem em função disso? De expressar um desejo íntimo através da roupa?
O fetiche está ligado a alguma forma de poder e extramemente conectado a algum objeto e a ao sentido de proibido. A Valerie Steele, autora de “Fetiche” explica que o imaginário de moda e fetichismo está baseada em produtos de luxo que transformam roupas e acessórios em objetos de desejo. Ter uma peça caríssima é uma espécie de fetiche contemporâneo. Poder+Objeto+Proibido é uma fórmula bastante usada na moda, concorda?

Louis Vuitton conseguiu fazer da sua marca um apelo pop de poder e sedução

Como editor de moda, como você trabalha com essa questão do fetiche? E especialmente para o público masculino?
Por enquanto, bem menos do que eu gostaria. Tem-se a idéia generalizante que a roupa masculina é um acessório poderoso na conquista de um mulher. Em parte é verdade, mas não é tudo. Então tenho que ter sempre num editorial a presença feminina nua ou seminua, que diga nas entrelinhas: se você usar esta roupa, você vai ter esta mulher. Acho que aos poucos vou conseguir ampliar esta visão.

Foto Paulo Cabral/Editorial de moda da Playboy

A linha entre o vulgar e o sensual é muito tênue na moda, né? E o fetichismo vive se equilibrando nesse meio termo, como que você faz para dosar isso nos seus editoriais?
Não é tarefa das mais fáceis. Acabei de fazer um editorial de relógios sobre a pele de uma modelo nua. Adorei o resultado porque mexe mais com a imaginação. Não há nenhuma imagem explícita. Você imagina que o relógio está em determinado lugar, mas quando percebe a escala, sabe que é impossível ele estar onde você pensou. Agora, tenho outro que é sobre roupa de festa, e resolvi colocar um coelhinha da Playboy daquelas bem clássicas, porque acho um símbolo ao mesmo tempo sexy e divertido.

Foto Luis Crispino/ editorial de moda para Playboy

3 Comentários

  1. Olha!! Adorei que você publicou a entrevista aqui!!! Vou colocar um link para cá lá no About Fashion!

    Ah, e é Luigi Torre, sem o “s” no final! rs Todo mundo erra! hehe

    Beijos!

  2. […] hoje ele colocou lá no blog dele a entrevista que fiz com ele na íntegra. Super vale a pena ler, passa lá! This entry was posted on Wednesday, August 27th, 2008 at 2:29 pm and is filed under Ricardo […]

  3. muito boa, tirei bastante dúvidas na verdade meu tema do trabalho da faculdae e este fetiche

    bjokasss


Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s