VIX: Costurar um futuro de moda não é tarefa fácil

Fui para o Espírito Santo para conhecer uma outra realidade de moda. O Brasil tem proporções continentais, realidades muito distintas. Quando fui para Santa Catarina, isso me abriu uma possibilidade de entender como cada lugar está lidando com a questão da indústria da moda. Tanto que escrevi um texto preliminar sobre A Geografia da Moda Brasileira.

Penso, que além de jornalista de moda e editor, existe os aprofundamentos sobre o universo que se está trabalhando. Já fui um pesquisador mais sistemático, fiz mestrado, hoje sou um fuçador. Isso me ajuda a entender sobre a realidade que estou trabalhando. Como não estudei moda, sinto algumas falhas que aos poucos foi resolvendo. História da moda é um dos assuntos que já me interessou bastante. De vez em quando, quando tenho que escrever um texto sobre alguma peça de roupa vou pesquisar.

Outras questões técnicas como tecidos e modelagem estão na agenda. Preciso entender tecnicamente uma roupa, como ela é feita de fato. Tenho que entender mais sobre tecidos, seus usos, caimentos, avanços técnicos.

Não dá para ignorar que a economia é um assunto que é importante neste momento de aquisições. Saber sobre que universo de produção estamos falando, exportações, o que a moda representa em termos de balança comercial, no PIB. A cada evento, a cada matéria, vou aprendendo mais um pouco.

Antes de ir para a Vitória fui buscar algumas informações básicas para não chegar tão cru assim. Vi o mapa de Vitória, acessei os sites das marcas participantes, sabia o que a maioria ia desfilar. Depois, um pouco dos números da produção do setor.

O forte de lá é a produção de jeans e malharia. Ao que parece, o governo capixaba está empenhado em tornar a indústria mais competitiva. No Brasil, dois de nossos grandes problemas são a política de juros e as altas taxas de impostos que todos nós temos que pagar. Por isso, é tão importante a pressão dos vários setores da sociedade para reverter este quadro.

É importante quando um governo resolve diminuir os impostos de determinado setor. É uma aposta a longo prazo. Isso não é um elogio. Já que a arrecadação é maior do que deveria, eles na verdade estão praticando um nivelamento um pouco mais justo. É que nem liquidação. Durante uma temporada, você não concorda em pagar um preço que considera abusivo e as marcas abaixam o preço. Não significa na verdade, que eles estão de fato mais baratos, e sim, mais próximos da realidade.

No Espírito Santo houve a assinatura dos Contratos de Competitividade, que visam reduzir a carga tributária incidente nas operações de setores produtivos locais. O documento foi assinado com o setor vestuário, reduzindo o ICMS das indústrias capixabas para o mercado local (17% para 7%) e para o nacional (12% para 7%).

Considero o Vitória Fashion Show como uma sinalização. Nem sei se é o tipo de evento que o Estado de fato necessita. Será que não seria o caso de investir em eventos no setor de jeans ou malharia? Ou algum de formação como SCMC?

Bom, mas isso não é comigo. O que espero sim, é que cada pólo de moda pense qual é a sua vocação, como eles podem divulgar isso. Porque, ainda bem, a moda não é feita só de desfiles. Como disse no primeiro dia, isso é só a cereja do bolo. Mas se não tem bolo, de que serve a cereja???

2 Comentários

  1. excelente iniciativa da redução do icms! e vc tem razão, quanto mais se forcarem no que fazem de melhor, mais chences terão de aparecer!

    beijos,
    helena

  2. […] No Espírito Santo houve a assinatura dos Contratos de Competitividade, que visam reduzir a carga tr… […]


Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s