Especial Semana das Crianças: moda

Bom faz tanto tempo que eu não sou criança, mas tenho uma leitora super assídua, a Debora que mora em Brasília, me fez uma pergunta sobre a relação entre moda e criança. Aproveitando que estamos na semana delas, resolvi não só responder, como publicar a resposta aqui, com a devida autorização dela!

Fanny e Alexander

Oi Ricardo, tudo bem?

Como vestir uma criança hoje em dia? Como vestir um menino? cCmo mostrar pra ele o valor da moda sem confundir com consumismo? Como ensinar minha filha ( Maria de 9 anos, linda ahahah) a treinar o olhar? Porque eu fico entre a cruz e a espada! Não sou aquela mãe que quer os filhos impecáveis, cheios de labels, nem quero que imitem os adultos! Mas é que amooo moda, respiro isso, não por profissão, mas porque nasci assim, sabe? Admiro a arte, e fico perdida entre lilicas ( kkkkkkkkkkk) e os filhotes do Ronaldo Fraga!

Desabafei, sei que não é sua praia, eu comento com minhas amigas que se a gente nao ensina os filhos a consumir moda, como a gente vai querer que quando adultos sejam pessoas chiquetérrimas? Tô doida Ricardo?

Beijo grande, Dé

Balão Branco

Oi Debora
.Como disse não é bem minha praia. Como somos de outras gerações, os conflitos sempre aparecem. O que eu penso sobre o assunto de forma suscinta:
1. Roupa de criança deve ser feita para elas e não ser uma reprodução do mundo adulto.

Billy Elliot

2. Pensar primeiro nas necessidades de cada idade: brincar, sujar, cair, levantar. Roupa não faz sentido para elas a não ser pela aceitação, imitação, rebeldia, ou seja, coisas da idade e do comportamento de cada um. Porque elas são tão fascinadas por fantasias? Sejam dos heróis que eles vêem na TV, seja do imaginário delas.

Cidade de Deus

3. Crie seus filhos para eles serem bons, honestos, verdadeiros, afetuosos, o resto vem por si só. A roupa é também uma manifestação daquilo que somos por dentro, que claro, condicionados a vários valores que somos cercados.

Império do Sol

4. Isso é no fundo o que eu penso, o valor não está na roupa, mas em quem está usando ela. Com sete anos, espero que seu filho tenha muitos outros interesses que não a roupa. Lembre que muitas vezes queremos projetar um monte de coisas nos nossos filhos e isso não é nada bom. Claro, que toda mãe fica orgulhosa quando os outros elogiam nossas crias, mas isso deve ser consequencia e não um fim em si mesmo.

Labirinto do Fauno

5. Esqueça a roupas! Faça seus filhos felizes. Gente feliz sempre é a coisa mais elegante do mundo e será bem recebido em qualquer lugar. Garanto.

Central do Brasil

4 Comentários

  1. Nossa, que aula! Gostei muito do post!
    Realmente criança tem que ser criança, tem que se sentir confortável para brincar, que o que ela mais gosta de fazer! Aí, será feliz, e a criança feliz será bonita, educada e bem quista como foi sabiamente colocado no post!
    Abraço.

  2. Olá Ricardo, navegando no blog C’est Sissi Bon, acheio o seu. Já está no meu “favoritos”.

    Ótimo esse post. Essa regra serve também para filhos adolescentes.nte. Vivo em guerra com minha filha de 14 anos, toda vez que saímos às compras. Tenhos que deixá-la ser ela mesma.

    Beijos,

  3. voce não existe….

  4. Ricardo querido, a semana é da criança mas quem ganhou o presente fui eu!!!
    Luxo puro esse post ( com pegada romantica e tudo! ahaha) e seu carinho comigo! Generosidade do tamanho do mundo!!!!
    obrigada de coração!


Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s